domingo, 14 de agosto de 2011

Ao meu tão querido Pai


Um dia me perguntaram: - Se você pudesse ser alguém, quem você desejaria ser?
Sem titubear eu respondi: - Desejaria ser meu pai.
Novamente veio a pergunta: - Porque você desejaria ser o seu pai?
E mais uma vez respondi rapidamente: Porque é nele que eu me baseio para
futuramente ser alguém na vida. Foi ele quem me ensinou a ser o que sou hoje
e foi ele quem me deu a educação que tenho hoje. E quando eu estiver mais velho, vou querer ser o mesmo que ele foi. Conseguir construir o meu futuro e minha família sempre com os pés no chão da mesma forma que ele construiu a nossa.

Quero poder dizer futuramente: EU ME ORGULHO DA FAMÍLIA QUE EU TENHO, EU ME ORGULHO DO PAI QUE EU TENHO, EU ME ORGULHO DA EDUCAÇÃO QUE MEU PAI ME DEU, EU ME ORGULHO DE SER O QUE SOU HOJE POR TER APRENDIDO TUDO O QUE SEI ATRAVÉS DE MEU PAI!

Pai, eu sei que posso não ser o melhor filho, sei que deixo a desejar as vezes e que
posso ser mais esforçado. Eu sei que criei expectativas na época em que estudava no
colégio e sei que relaxei após ter saido da época colegial. Também sei da capacidade
que eu tenho e posso ter e vou me esforçar mais e mais para poder conquistar meus espaços
no mercado.
Ontem, dia 13/08/2011, ouvi uma música em que um filho cantava para o seu pai (que havia
falecido) e agradecia por tudo o que seu pai tinha feito por ele e se lamentava por não
poder contar mais com seu pai ao seu lado.
Hoje eu queria te dizer que admiro muito o senhor por tudo o que fez e construiu até agora,
agradeço por ter me educado desta forma tão especial e com todo o carinho demonstrado.
Um dia vou querer ensinar para os meus filhos esta educação transmitida por você a mim aos
meus filhos, e vou ter o prazer de contar que tudo o que aprendi até hoje e o que ainda aprenderei
foi graças ao seu empenho. Ao ouvir aquela música, comecei a relembrar momentos já vividos e que
deixei de viver com você. Foram tantos momentos em que passamos juntos que tem vários momentos que
não me recordo de todos eles, mas os que eu me lembro me trazem grandes recordações de momentos
vividos com o senhor e com toda a nossa família.
A partir de hoje (14/08/2011 - dia dos pais), eu queria dizer que vou me esforçar para passar
mais tempo em conjunto com o senhor e com a nossa família, queria pedir também que se possível,
houvesse um esforço de todos nós para que passassemos mais tempos juntos como acontecia quando
era criança. Sairmos para jantar, passear num shopping, ir ao cinema ou ir às compras. Qualquer coisa que possamos
fazer para ficarmos mais unidos. Pode não parecer, mas eu sinto falta de momentos em que passavamos
todos juntos.

Pai, eu queria te dizer que te amo por tudo o que você é, queria agradecer por ter nos educado tão bem,
queria te agradecer por ter investido em mim durante todo esse tempo e por ser esse pai tão querido
e amigo que você é.


Pai!
Eu não faço questão de ser tudo
Só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor
Prá você...

Pai!
Me perdoa essa insegurança
É que eu não sou mais
Aquela criança
Que um dia morrendo de medo
Nos teus braços você fez segredo
Nos teus passos você foi mais eu...

Pai!
Você foi meu herói meu bandido
Hoje é mais
Muito mais que um amigo
Nem você nem ninguém tá sozinho
Você faz parte desse caminho
Que hoje eu sigo em paz
Pai!

FELIZ DIA DOS PAIS!
Com carinho, Victor. Te amo!

14/08/2011.


video

domingo, 22 de maio de 2011

SIMPLICIDADE!

As coisas mais belas estão nas coisas mais simples da vida. Um simples sorriso, um simples abraço, um simples oi, pode fazer nosso dia ser inesquecível.

As coisas mais simples não precisam ser conquistadas, não precisa de suor derramado para se ter. As coisas mais simples fazem da nossa vida uma coisa mais leve, sem compromissos, sem preocupações, sem tempestade em copo d'água.

Para que se ter uma vida cheia de riquezas materiais se não temos a riqueza interior? De que adianta ter milhões monetários e não ter um único amigo com quem compartilhar? De que serve as melhores decorações interiores se na nossa casa não temos uma família para observá-la? O que será do nosso futuro se temos o melhor emprego, as melhores roupas, os melhores perfumes, os melhores sapatos e o melhor carro se deixamos tudo isso guardado para uma ocasião especial? Que ocasião tão especial é essa que não nos permite sermos livres para usarmos o que queremos quando queremos? E se essa ocasião nunca chegar? Será que valeu a pena ter e não ser aproveitado? Ser rico não é ser feliz, não é ser simples! Ser simples e ter a simplicidade estampada no rosto e nos atos é ser rico! A verdadeira riqueza está dentro de nós e nunca soubemos aproveitar tudo o que ela nos oferece.

Nós queremos de mais da vida. Exigimos coisas que não serão duradouras pelo simples fato de um bem estar momentâneo. A vida não exige nada de nós, por que exigimos tanto dela então? Por fim acontece que desejamos de mais e não conseguimos ter nada, ou até temos, mas acabamos perdendo tudo por um simples acaso. Devemos desejar uma única coisa de cada vez. Tudo tem seu tempo, tudo tem sua hora exata de acontecer. Tudo pode acontecer da forma mais simples possível e ser um momento inesquecível.

A nossa simplicidade faz de nós pessoas mais leves, pessoas menos despreocupadas. A nossa simplicidade faz de nós pessoas mais amigas, mais sinceras, mais confiáveis. A nossa simplicidade demonstra o nosso verdadeiro caráter, o nosso verdadeiro comprometimento com a vida, com as pessoas, com os momentos. Nós vivemos em um mundo onde o essencial é aquilo que é material, mas na verdade deveríamos viver em um mundo onde o essencial fosse invisível aos olhos (como diria o autor do livro O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry). O essencial está no nosso coração, no nosso pensamento, nos momentos onde fomos felizes. O essencial está na simplicidade de se viver um dia de cada vez, sem se apegar a bens materiais, sem querer que tudo seja exatamente do jeito que a gente quer. A simplicidade está nas coisas antigas, onde ficávamos ansiosos para ver uma foto revelada para saber se ela ficou boa, onde as brincadeiras reuniam um grande grupo de amigos, onde nos reuníamos para jogar conversa fora na rua levando um ventinho no rosto, olhando as estrelas, escutando o barulho das ondas batendo nas pedras. Hoje tudo é material, as fotos podem ser vistas todas de uma vez só, podem ser apagadas, podem ser editadas, podem ser divulgadas para qualquer um ver a qualquer hora e assim acaba tirando a possibilidade de encontrar aquelas pessoas das fotos uma outra vez para vê-la reveladas. As brincadeiras de hoje em dia são todas diferentes! Não se tem mais aquela algazarra no meio da rua, não se escuta mais aquela gritaria, aquele divertimento de tempos passados. Não rimos mais com facilidade, não conversamos mais pessoalmente, não vemos mais aquelas pessoas com as quais tanto tempo vivemos juntas. Hoje tudo é material, tudo é superficial... Os grandes momentos estão nas coisas mais simples da vida, num simples sorriso, num simples olhar, num simples abraço, num simples carinho. Um aperto de mão hoje em dia é difícil de se ver. Um beijo já não é mais tão esperando como antigamente, não tem o mesmo momento especial que deveria ter! Hoje as coisas são SUPERFICIAIS!

Hoje eu quero viver mais, correr mais, sair mais... Pular, brincar, sorrir, cair e levantar feliz e não de cara emburrada! Hoje eu quero me divertir com coisas antigas, com coisas simples!
Hoje eu quero deixar de ser ambicioso de mais e ser mais simples, ser mais amigo, ser mais presente.

"Hoje eu gostaria de me livrar dos meus pesos. Queria ser mais leve, mais simples. Querer uma coisa de cada vez. Abandonar inúmeros projetos futuros que me cegam para a necessidade do momento. Projetos futuros valem a pena, desde que sejam simples, concretos e aplicáveis. Não gostaria que a morte me surpreendesse sem que eu tivesse alcançado a simplicidade. Até para morrer os simples têm mais facilidade. Sentem que chegou a hora, se entregam ao último suspiro e se vão. Tenho uma intuição de que quando eu simplificar a minha vida, a felicidade chegará quando eu menos esperar." (José Fernando Dantas de Matos)

Marcelus Victor

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Experiência



Num processo de seleção de uma empresa, os candidatos deveriam
responder a seguinte pergunta:

Você tem experiência?

A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos.
Ele foi aprovado e seu texto está fazendo sucesso, e ele com certeza
será sempre lembrado por sua criatividade, sua poesia, e acima de tudo
por sua alma.

REDAÇÃO VENCEDORA:

Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar,
já me queimei brincando com vela.
Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto,
já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora.
Já passei trote por telefone. Já tomei banho de chuva e acabei me viciando.
Já roubei beijo. Já confundi sentimentos.
Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido.
Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro,
já me cortei fazendo a barba apressado,
já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas,
mas descobri que essas são as mais difíceis de esquecer.
Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas,
já subi em árvore pra roubar fruta, já caí da escada de bunda.
Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola,
já chorei sentado no chão do banheiro,
já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante.
já corri pra não deixar alguém chorando,
já fiquei sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado,
já me joguei na piscina sem vontade de voltar,
já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios,
já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.
Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso,
já quase morri de amor,
mas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial.
Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade,
já roubei rosas num enorme jardim.
Já me apaixonei e achei que era para sempre,
mas sempre era um "para sempre" pela metade.
Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol,
já chorei por ver amigos partindo,
mas descobri que logo chegam novos,
e a vida é mesmo um ir e vir sem razão.
Foram tantas coisas feitas,
momentos fotografados pelas lentes da emoção,
guardados num baú, chamado coração.
E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita:

"Qual sua experiência?".Essa pergunta ecoa no meu cérebro:
Experiência... experiência. Será que ser "plantador de sorrisos"
é uma boa experiência? Não! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!
Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta:

"Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?"

domingo, 8 de maio de 2011

PARA VOCÊ, MINHA TÃO AMADA MÃE!


Balão Mágico – Minha Mãe

Hoje é um dia tão especial
Pra você
Que não dá pra esquecer
Em vez de comemorar eu queria te agradecer
Por tudo o que me fez

Você me viu nascer, crescer e andar

E a cada passo meu cuidava de mim

Me ensinou tudo o que eu sei

E muito mais

E agora é hora de dizer o que aprendi

Minha mãe
O que passou por mim ninguém vai passar

Minha mãe
Eu sei o que sofreu por mim sem reclamar

Você daria a vida por mim
Só pra me defender
Faria qualquer coisa por mim sem se arrepender
Esse é o dom de amar que Deus te deu

Minha mãe
Valeu pelo carinho e atenção

Minha mãe
Valeu do fundo do meu coração

Pra você o seu maior presente fui eu
Então saiba que pra mim nós somos iguais
Pois você é o melhor dos presentes que Deus me deu

Mãe eu te amo demais

(Balão Mágico)

sábado, 12 de fevereiro de 2011

CARINHO E AMOR


Uma atitude REAL de CARINHO e AMOR por vez! É disso que todos nós precisamos.

Carinho e Amor, uma combinação perfeita para que todos nós, meros seres humanos, precisamos para mudar o mundo. É, uma frase meio sem sentido? NÃO! Uma frase completamente verdadeira! Hoje em dia são poucas as pessoas que acreditam que CARINHO e AMOR são os gestos necessários para que mudemos o mundo. Não só o mundo natural e sim o conjunto do mundo que o TODO PODEROSO DEUS fez e o nosso mundo pessoal. Mas o que é o mundo pessoal? É aquele mundo onde todos nós fazemos parte, um mundo onde a família e os amigos estão juntos. Um mundo onde sem carinho e amor não haveria felicidade, não haveria solidariedade. Deus fez o mundo em sete dias para que nós humanos cuidássemos dele por toda a eternidade. E hoje em dia o que acontece? Destruição e descaso. Nós não estamos cuidando da nossa vida como deveríamos, não estamos cuidando da nossa família como podemos, não estamos dando o verdadeiro valor a uma amizade como devemos. Um pai, uma mãe, um filho, um irmão, um amigo. Essas são as principais peças do quebra-cabeça onde vivemos. Carinho e amor nunca é de mais para ninguém. Nós passamos a acreditar menos no que nos dizem, nós pensamos de mais ao invés de agir com o coração, nós esquecemos que a vida é muito curta e que não temos o tempo suficiente para esperar pelo amanhã ou pela boa vontade de qualquer outra pessoa. Volto a dizer: Carinho e Amor nunca é de mais. Demonstrar o verdadeiro sentimento pela pessoa a que se ama não é vergonha, é coragem! Demonstrar o verdadeiro sentimento pela família não é algo comum, é algo extraordinário.

Não espere receber aquilo que você pede já pronto. Pode ser necessário algum esforço da sua parte. Nada nasce pronto, nem mesmo os milagres. Quem dirá o amor. Na vida nada é dado, nada é fácil, tudo é conquistado com a coragem e vontade que temos de fazer tudo acontecer. Mas Deus não nos dá a coragem, Deus nos dá a oportunidade de ser corajoso, cabe a nós nos esforçarmos para sermos corajosos.

A nossa família é uma dádiva, os nossos amigos são uma benção e cabe a nós demonstrarmos o quanto os amamos com um gesto de carinho e amor de cada vez.

À todos vocês meus grandes amigos! EU AMO VOCÊS!

Marcelus Victor